domingo, 4 de julho de 2010

O Grito (1893) - Edvard Munch


Movimento expressionista
A emoção na distorção

Observe que a tela representada  parece contorcida sob o efeito de emoções como o medo,aflição,incerteza.As linhas curvas do céu e da água,assim como a linha da ponte,conduzem o observador à boca da figura,que se abre num grito perturbador,ou seja,um grito de desespero.

O Grito, 1893. Munch descreveu assim a experiência que o levou a pintar a sua obra-prima:
«Caminhava eu com dois amigos pela estrada, então o sol pôs-se; de repente, o céu tornou-se vermelho como o sangue. Parei, apoiei-me no muro, inexplicavelmente cansado. Línguas de fogo e sangue estendiam-se sobre o fiorde preto-azulado. Os meus amigos continuaram a andar, enquanto eu ficava para trás tremendo de medo e senti o grito enorme, infinito, da natureza.»


 Munch imortalizou esta impressão no quadro O Desespero, que representa um homem de cartola e meio de costas, inclinado sobre uma vedação num cenário em tudo semelhante à da sua experiência pessoal. Não contente com o resultado, Munch tentou uma nova composição, desta vez com uma figura mais andrógina, de frente para o observador e numa atitude menos contemplativa e mais desesperada. Tal como o seu percursor, esta primeira versão d’O Grito recebeu o nome de O Desespero.


Observe que ao fundo temos  um céu de cores quentes, em oposição ao rio em azul (cor fria) que sobe acima do horizonte, característica do expressionismo (onde o que interessa para o artista é a expressão de suas ideias e não um retrato da realidade). A figura humana também está em cores frias, azul, como a cor da angústia e da dor, sem cabelo para demonstrar um estado de saúde precário. Os elementos descritos estão tortos, como se reproduzindo o grito dado pela figura, como se entortando com o berro, algo que reproduza as ondas sonoras. Quase tudo está torto, menos a ponte e as duas figuras que estão no canto esquerdo. Tudo que se abalou com o grito e com a cena presenciada está torto, quem não se abalou (supostamente seus amigos, como descrito acima) e a ponte, que é de concreto e não é "natural" como os outros elementos, continua reto.

A dor do grito está presente não só no personagem, mas também no fundo, o que destaca que a vida para quem sofre não é como as outras pessoas a enxergam, é dolorosa também, a paisagem fica dolorosa e talvez por essa característica do quadro é que nos identificamos tanto com ele e podemos sentir a dor e o grito dado pelo personagem. Nos introjetamos no quadro e passamos a ver o mundo torto, disforme e isso nos afeta diretamente e participamos quase interativamente da obra.

Ou seja,

 A obra representa uma figura andrógena num momento de profunda angústia e desespero existencial. O pano de fundo é a doca de Oslofjord (em Oslo) ao pôr-do-Sol. O Grito é considerado como uma das obras mais importantes do movimento expressionista e adquiriu um estatuto de ícone cultural, ao lado da Mona Lisa de Leonardo da Vinci.

                      ..............................................
A fonte de inspiração d’O Grito pode ser encontrada na vida pessoal do próprio Munch, um homem eduado por um pai controlador, que assistiu em criança à morte da mãe e de uma irmã. Decidido a lutar pelo sonho de se dedicar à pintura, Munch cortou relações com o pai e integrou a cena artística de Oslo. A escolha não lhe trouxe a paz desejada, bem pelo contrário. Munch acabou por se envolver com uma mulher casada que só lhe trouxe mágoa e desespero e no início da década de 1890, Laura a sua irmã favorita, foi diagnosticada com doença bipolar e internada num asilo psiquiátrico.

Um crítico considerou o conjunto, e em particular O Grito, tão perturbador que aconselhou mulheres grávidas a evitar a exposição. A reação do público, no entanto, foi a oposta e o quadro tornou-se em motivo de sensação. O nome O Grito surge pela primeira vez nas críticas e reportagens da época.

FONTE: dO WIKIPEDIA




29 comentários:

  1. Da impresao que o movimento do corpo e igual uma onda no mar!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ao observar a tela, adquirimos suas emoções, como se sentíssemos a dor da pessoa exposta. Uma depressão emergi em si.

    ResponderExcluir
  3. fala mais de eduard munch.

    ResponderExcluir
  4. Meu caro anônimo,precisa especificar exatamente o que você quer saber,pois aqui temos apenas a interpretação da tela "O Grito", a biografia completa de Munch você encontra em diversos sites na própria net,bem como as demais obras dele.Posteriormente outras obras estarão nesse blog.Se você especificar o que queres saber,talvez possa ajudá-lo,mas deixe um e-mail ou nome pois é estranho ter de responder para "Anônimo" ok.

    ResponderExcluir
  5. Tipo, pelo que andei lendo em outros sites, percebi que "o grito" é de edvard munch e também de vincent van gogh...
    Embora algumas pessoas digam que o quadro é de munch, e outras pessoas digam que é de van gogh, eu vim lhes dizer que o quadro foi pintado pelos dois... por isso ao falar de o grito temos que lembrar que ele foi pintado por dois artistas -não só por um como dizem!

    ResponderExcluir
  6. Ao anônimo acima - Você está enganado pois a obra "O GRITO" é de Edvard Munch - expressionismo -movimento que costuma ser entendido como a deformação da realidade para expressar mais subjetivamente a natureza e o ser humano, dando primazia à expressão dos sentimentos mais que à descrição objetiva da realidade. Entendido desta forma, o expressionismo é extrapolável a qualquer época e espaço geográfico.JÁ VAN GOGH recebeu uma grande influência dos mestres do impressionismo, como podemos perceber em várias de suas telas.É considerado um dos pioneiros na ligação das tendências impressionistas com as aspirações modernistas, sendo a sua influência reconhecida em variadas frentes da arte do século XIX, como por exemplo o expressionismo, o fauvismo e o abstraccionismo.Dá uma pesquisada melhor e você vai entender a obra de um e de outro ok.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, mas a colocação do amigo acima foi pertinente, pois quem está começando a se interessar por obras de arte e vai pesquisar fica confuso pois tem sites que mostram o quadro como sendo de Van Gogh. Fui a uma palestra e disseram que é de Van Gogh, estou pesquisando e até agora não tenho certeza.

      Excluir
    2. Por que fazem confusão quanto a autoria da obra? Depois desse comentário pesquisei e realmente tem dubiedade quanto a autoria.

      Excluir
    3. Acho que há um engano aí.Não há nada na história da Arte que diga que "O Grito" é de Van Gogh.Há alguns textos na net sem fundamento algum que não condiz com a verdade.Inclusive DANIEL CAMPOS(http://www.danielcampos.biz/textos/exibe/linhas/o-grito-de-van-gogh) diz num texto intitulado :" O grito de Van Gogh"

      "Há cento e vinte anos, Vincent Van Gogh, um dos pintores mais aclamados de todos os tempos, cortava parte da sua orelha esquerda. Loucura? Depressão? Arte? Há quem corte os pulsos, quem corte o pescoço, quem corte as genitálias, mas cortar a orelha? O que será que passou na cabeça do pós-impressionista? Se quisesse se matar, o pintor holandês certamente daria uma outra direção à lâmina. Talvez quisesse se castigar ou provar que poderia ir além de qualquer limite.

      Não conseguiu ter família. Não conseguiu se sustentar. Não conseguiu ter amigos. Não conseguiu ver o sucesso de suas obras. Era como se em seu mundo, só houvesse ele de habitante. E nessa solidão, a orelha, que ouvia desaforos, o incomodava. Então, era melhor cortá-la. Mais de um século depois deste ato que mitifica ainda mais o seu universo, pense se dá ou não uma vontade de cortar as orelhas depois de ouvir as barbaridades políticas, econômicas, sociais e culturais a quais estamos expostos.

      Escondam as facas, as tesouras, os canivetes porque eu quero cortar minhas orelhas. Minhas orelhas estão cheias de crise, de fome, de miséria, de roubo, de corrupção, de enchentes, de impostos, de guerra... Dá uma vontade de cortar as orelhas e sair correndo pelos campos de girassóis de Van Gogh e soltar O Grito. Ops, embora esse quadro tenha tudo a ver com o pintor holandês, é uma pintura do NORUEGUÊS EDVARD MUNCH. O "grito" de Van Gogh NÃO foi retratado em tela, mas em um gesto. Cortem as orelhas."

      Devido a textos como esses disponível na internet, há pessoas que interpretam de forma errônea essa história, mas nada que uma boa pesquisa nos livros pertinente a História da Arte e seus grandes nomes para constatar que a obra "O GRITO" é de Edvard Munch.

      Excluir
  7. Dizem que a tela : O grito pode ser considerada como uma ilusão de ótica , você me dizer o porque ?

    ResponderExcluir
  8. Millaiine "O Grito" é um exemplo dos temas que sensibilizaram os artistas ligados ao expressionismo. Nela a figura humana não apresenta suas LINHAS REAIS mas contorce-se sob o efeito de suas emoções. As linhas sinuosas do céu e da água, e a linha diagonal da ponte conduzem o olhar do observador para a boca da figura que se abre num grito perturbador. O Grito de Edvard Munch é um ícone perturbador da arte moderna que podemos perfeitamente nos identificar com ele. Nós sabemos o que é sentir-se em uma situação que gere medo.A causa dessas ilusões nada mais é do que a mudança de direção de um raio de luz quando passa de um meio para outro.Os olhos e o cérebro interpretam os raios de luz que recebem como se estivessem sempre se propagado em linha
    reta, sem considerar o desvio sofrido na refração, e construindo uma imagem
    virtual pelo prolongamento em linha reta dos raios recebidos. Por isso,
    as imagens formadas não correspondem exatamente à realidade, com objetos
    aparentando estar em posições diferentes das reais.Na verdade nós temos em O Grito uma imagem do interior para o exterior, ou seja, o medo que sentimos extravasa para fora deformando a imagem real.

    ResponderExcluir
  9. É realmente muito interessante, mas o que eu estava preocurando eu não consegui achar, que era o momento histórico em que foi pintada este obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha a data lá em cima, foi pintada em 1893, basta relacionar a data ao momento histórico desta época.

      Excluir
  10. qual o estilo pertence a obra o grito? quais as características ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uAI sô! tu não leu acima colega? as características estão todas aí e a obra pertence ao expressionismo,também citado acima.Como diz uma professora minha "Leitura de mundo pessoal!"

      Excluir
  11. desculpe... muita falta de atenção minha meu caro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se apoquente, eu era craque em fazer isso, lia e não percebia nada e agora de tanto uma professora minha falar que devo ler,pensar e perceber a palavra é que ando me saindo melhor.Esse blog é dela e a leitura e interpretação dessas telas tem me ajudado a perceber detalhes que olhava e não "enxergava". Vivo por aqui lendo também.
      Paulinho

      Excluir
  12. que elementos do mundo real se tem no quadro o gritoo? essa obra é considerada bela segundo o senso comum de beleza? porque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, essa obra pertence ao expressionismo e como tal se caracteriza pela expressão de intensas emoções. As obras do expressionismo NÃO têm preocupação com o padrão de beleza tradicional e exibem enfoque pessimista da vida, marcado por angústia, dor, inadequação do artista diante da realidade e, muitas vezes, necessidade de denunciar problemas sociais.O expressionismo está inserido num ambiente conturbado que marca a virada do século onde muitos artistas estão ligados a grupos políticos de esquerda.Assim como a Revolução Russa (1917), as teorias psicanalíticas do austríaco Sigmund Freud, a evolução da ciência e a filosofia do alemão Friedrich Nietzsche são marcas nessas obras.Vincent van Gogh é um dos precursores desse movimento, criador de obras de pinceladas marcadas, cores fortes, traços expressivos, formas contorcidas e dramáticas.Com o mundo real no O GRITO de Edvard Munch está aí a representação desse sentimento de angústia,dor...ruptura com a ilusão de tridimensionalidade e uso arbitrário de cores fortes. Munch captou o estado mental exibindo o personagem deformado sob a ponte exatamente dentro das características do expressionismo tornando-se um dos expoentes desse movimento.

      Excluir
  13. Essa obra é de que gênero?

    ResponderExcluir
  14. eu vi essa obra e é muito interessante

    ResponderExcluir
  15. muitto legal essas obras dele....
    Ql o movimento artistico dele?

    ResponderExcluir
  16. nossa e explendoroso e muito legal gostei das imagens são surpriendentes

    ResponderExcluir
  17. E simplesmenti lindoooooooo








    ResponderExcluir
  18. E muito lindissima esta obra de arte e macabro assustador como em um filmo de terro eu gostaria de ter um na minha casa bjs valtiza de lima

    ResponderExcluir
  19. como podemos entender a figura que aparece gritando em primeiro plano? porque os amigos continuam andando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai minha querida está escrito lá em cima...«Caminhava eu com dois amigos pela estrada, então o sol pôs-se; de repente, o céu tornou-se vermelho como o sangue. Parei, apoiei-me no muro, inexplicavelmente cansado. Línguas de fogo e sangue estendiam-se sobre o fiorde preto-azulado. Os meus amigos continuaram a andar, enquanto eu ficava para trás tremendo de medo e senti o grito enorme, infinito, da natureza.» Leia a interpretação toda com atenção...ao trecho acima se refere exatamente a figura do prim plano...

      Excluir
  20. qual foi a tecnica usada nessa pintura?

    ResponderExcluir